Oi gente! Finalmente, depois de muuuito tempo, eu voltei com a categoria Play Gospel aqui no blog. Para quem não conhece, Play Gospel funciona como uma coluna aqui no Flores no Outono onde eu indico bandas/cantores(as) cristãos. E hoje estou de volta com uma super indicação de uma cantora norte-americana que é cristã e tem músicas lindas de derreter o coração diante de Deus:

Lauren Daigle

Lauren Daigle não é muito conhecida - ainda - aqui no Brasil, mas suas músicas lá fora estão fazendo cada vez mais sucesso desde 2015, quando ela lançou seu primeiro álbum chamado "How Can It Be", desde então seus vídeos no youtube tem conquistado milhões de visualizações e ela tem feito cada vez mais sucesso.

Lauren tem um estilo de música que muito me agrada, especialmente quando é cristã, que são as músicas mais calmas e tranquilas. O uso dos instrumentos são leves, e a voz dela é o que ressalta em suas canções. E que voz! Confesso que não entendo muito de técnicas músicas, mas a voz da Lauren é ao mesmo tempo doce, mas também forte e isso faz com que as suas músicas sejam ainda mais tocantes e falem tanto ao coração.

 Acho que por isso eu me apaixonei e viciei completamente: dá para ouvi-la cantar em suas músicas, acompanhar a letra (caso você veja a tradução ou tenha noções básicas de inglês) e falar com Deus enquanto canta junto, porque as letras são bíblicas e muitas vezes são como orações. 

Para não ficar só com as minhas opiniões sobre sua voz, letra e música eu vou deixar os vídeos das minhas canções preferidas e em baixo um pequeno trecho de cada uma traduzida ♥ Espero que vocês gostem tanto quanto eu e Deus falem em seus corações como falou ao meu com essas canções:



Quando meu mundo se abala/ Seu amor permanece inabalável
Tão constante, tão perfeito, inabalável/ Quando meu mundo cai
Seu amor permanece infalível/ Tão constante, tão perfeito, inabalável


Antes de eu falar uma palavra/ Deixe-me ouvir Sua voz 
E no meio da dor/ Deixe-me sentir Sua alegria
Aah, quero /Te conhecer /Eu quero Te encontrar 
Em cada estação /Em cada momento

Dos cantos da minha mais profunda vergonha/ Os lugares vazios onde eu usei o seu nome
 Mostre-me o amor que eu digo que acredito


Eu ouço a voz do amor/ Me chamando para casa
Para onde eu pertenço/ Ele paralisa todo medo 
E os que vão se ajoelhar/ Caminharão, curados 
Então eu descanso em Suas promessas 
Agora tenho a certeza disso: Eu sou Seu, eu sou Seu 
Nenhum poder é forte o suficiente/ Para me separar do Seu amor 
Sou Seu.


Tive que me controlar para não colocar as 12 músicas do CD dela aqui hahaha. Vocês já conheciam? Conheceram agora? Me digam o que acharam as letras e do ritmo da Lauren Daigle, eu vou amar saber!
Se tiverem cantores, cantoras e bandas para me indicar, também estou aceitando, ok? Pode ser internacional - qualquer idioma - ou brasileiro ☺ Fiquem com Deus, um beijo!

Resenha: Exclusivo #1, de Kate Brian
Quando eu bati o olho em Exclusivo, de Kate Brian, tudo que eu queria era comprar. Posterguei por alguns dias, vi umas resenhas no skoob e enfim decidi pagar apenas R$5 (obrigada, sebo!) nessa obra que parecia ser super divertida e me distrairia com uma leitura leve e gostosa de acompanhar. Embora eu estivesse sem expectativas, o livro ainda assim conseguiu me decepcionar. E muito... 
 
Autora: Kate  Brian
Editora: Galera Record
Páginas: 272
Ano: 2009
Nota: 1/5 (Ruim)

Reed é uma garota muito estudiosa que conseguiu, enfim, tudo o que sempre sonhou: passar para uma grande escola particular de internato. Lá ela pode recomeçar sua vida, fazer novos amigos sem medo que eles descubram que sua mãe é problemática; sair de sua antiga escola e ainda ter grandes chances de passar para uma universidade importante.

Claro que tudo isso vem com um preço. Reed, que antes sempre foi um aluna nota 10, agora vê suas notas despencarem rapidamente. A Academia Easton não é para qualquer um, afinal. Os problemas dela só aumentam quando elas descobrem as meninas Billings, uma "irmandade" dentro da escola com as garotas mais populares e inteligentes. E tudo que ela mais quer, então, é passar a ser uma dessas meninas. Só tem um problema: ela precisa ser convidada por uma delas para entrar... 
 
Resenha: Exclusivo #1, de Kate Brian
 

Exclusivo foi o primeiro livro que li da Kate Brian e os primeiros capítulos me animaram. A escrita da autora é bem simples e seus capítulos são curtos, o que faz a leitura fluir muito bem. Reed tinha tudo para ser uma excelente personagem, começou o livro cheia de personalidade e decidida no que queria, mas do meio para o fim toda sua essência se perdeu. 

Ao descobrir as meninas Billings e se apaixonar por Thomas, um badboy da escola e um dos meninos mais populares, Reed se transforma em uma pessoa completamente diferente. E ela está disposta a fazer QUALQUER coisa para ser aceita pela irmandade, assim como para ser a namorada de Thomas. 

O livro abre vários personagens, tanto as meninas do alojamento em que Reed está quanto do alojamento Billings, mas a verdade é que nenhum desses personagens foi bem abordado ao longo do livro. Nota-se que cada um deles tem dramas e conflitos sérios, mas tudo é tratado de forma superficial e, aparentemente, sem importância, pelo menos para ser desenvolvido nesse primeiro livro da série. 

Resenha: Exclusivo #1, de Kate Brian


Reed é a personagem mais desenvolvida, porém é horrível. Ao longo da história ela vai se mostrando apenas uma garota que quer ser aceita pelas pessoas importantes e parece não se importar mais com as consequências que isso pode trazer. Parecia que Reed simplesmente precisava fazer parte daquele grupo apenas por precisar, embora ela acreditasse que no fundo havia um argumento lógico para aquilo. Mas qual seria? A imagem da menina estudiosa e determinada se quebra em mil pedaços, mostrando uma menina que é apenas uma "Maria vai com as outras". 

Quando cheguei à metade do livro já estava ficando sem paciência para tamanha falta de personalidade, e esperava ansiosamente para que acontecesse uma reviravolta. Mas nada foi suficiente para que eu voltasse a me animar com leitura e apenas terminei de ler para terminar. 
 
Será que não percebia que se esforçar tanto para agradar era o pior que poderia fazer se quisesse parecer legal? (página 29)

A história é até que bem desenvolvida, porém a Reed é uma personagem tão sem sal que me fazia revirar os olhos e morrer de raiva a cada página que passava. Os outros personagens pareciam serem mais interessantes, mas quase não deu para saber nada deles. E é isso que me fez desanimar de vez com a história e seus outros livros. 

A escrita de Kate Brian é gostosa de ler, pois é leve e divertida em certos pontos, embora seja bastante clichê. E acredito que ela deva ter outras histórias interessantes, já que sabe narrar bem e desenvolver acontecimentos, porém essa protagonista desse livro específico me deixou sem a menor vontade de pegar qualquer livro escrito por ela tão cedo. 

E você? Já leu Exclusivo? Me conta o que achou, mesmo que tenha amado, rs.


cabelos cacheados
Eu adoro demais tags, acho que é uma forma bem legal de que os leitores conheçam os blogueiros e acaba sendo sempre divertido. E quando vi a tag meu cabelo, com 12 perguntas a respeito de mim, meu cabelo e nossa relação, eu não poderia deixar de responder 😤 Ah, eu encontrei a tag completa no blog Eu vou de Rosa.

1. Qual seu tipo de cabelo? (Oleoso, seco, misto...)

Meu cabelo depende muito. Ele é um pouquinho oleoso, mas muito mais ressecado. Acredito que isso se dá porque ele  é cacheado. 

2. Defina basicamente como é seu cabelo natural (Crespo, ondulado, fino, grosso, armado...)

Novamente, depende. Meu cabelo é bem armado naturalmente, sem creme, sem finalização e etc. Mas quando arrumo eu faço essas coisas ele pode ficar ou cacheado ou mais ondulado. 

3. Qual sua cor natural?

Meu cabelo é castanho claro.

4. Você tem algum tipo de química no seu cabelo?

Eu nunca passei NADA com química, embora tenha vontade de pintar. 

5.O que mais gosta em seus cabelos?

Eu gosto muito dele cacheado, mas uma coisa que me faz amá-lo é quando eu escovo, pois não fica totalmente liso, mas fica bem ondulado nas pontas (como na imagem acima).

6. Se como mágica pudesse fazer uma modificação neles qual seria? 

Podem ser várias? hahaha. Eu gostaria que os cachos dele fossem mais definidos, menos "embaraçados" e assim o Day After seria sempre perfeito!

7. Está planejando alguma mudança? 

Bom, eu gostaria de corta-lo de novo (cortei em agosto de 2016 e amei!), mas no momento eu também quero deixa-lo ficar mais abaixo na cintura. Gostaria de pintar, mas não é um plano, só um desejo mesmo.


8. Você acha que existem cabelos naturalmente lindos ou acredita que é impossível exibir bonitos sem cuidado especial?

Acredito que todo mundo já fui foto de índias, né? Brincadeira a parte, já conheci pessoas com lindos cabelos sem nenhum cuidado demais do que lavar, hidratar e condicionar. 

9. Gosta de cuidar sozinha ou deixa na mão de profissionais qualificados? 

Não existem muitos profissionais qualificados para cabelos cacheados, sempre os conselhos que escuto é de passar um botox para "amaciar", então acabo me restringindo a ir no salão só para cortar as pontas mesmo. Na internet a gente acaba descobrindo muita coisa e fica mais fácil cuidar só, muito mais seguro!

10. Já teve alguma decepção ou se arrependeu de algo que fez ou fizeram em seus cabelos?

Eu nunca dei químicas por causa disso. Morro de medo de fazer algo e me arrepender. Porém já fizeram besteiras em relação ao corte. Uma vez, quando tinha uns 9 anos meu cabelo batia na cintura e, pasmem, era liso! Cortei abaixo do queixo e ele demorou DOIS ANOS para sair de cima do ombro e pior de tudo é que isso mudou a estrutura do fio (não sei como) e agora ele é assim. E em 2011 eu quis um corte em V e a mulher simplesmente cortou meu cabelo em 3 quadrados diferentes, trauma!

11. Já descobriu algum truque ou técnica que deixa seu cabelo melhor e não abre mão?

Confesso que não. Eu vivo tentando umas técnicas, mas ainda nada deu tão certo para que eu não deixe-a de mão, sabe? Já hidratei com açúcar e deu certo, mas acabei parando pois parou de fazer efeito, o mesmo com a maizena. 

responder tag meu cabelo

12. Cite uma (ou mais) famosa(s) que você se identifica em relação aos cabelos?

Vou citar duas que eu estou in love nessa época, que é a Camila Queiroz, toda vez que a vejo só consigo enxergar esses cabelos longos, lindos e bem hidratados! E uma atriz chamada Holland Roden, que faz Teen Wolf, que também tem cabelos longos, lindos, só que ruivos e apaixonantes!


Hey, quais são suas respostas? Se identificou comigo em algum momento? Me conta tudo aqui nos comentários, adoro contar de mim e conhecer vocês, viu?! Beijooos! 👄

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curso de maquiagem online