Para quem não sabe, eu adoro teologia reformada. E há algum tempo eu tenho buscado mais leituras que abordem esses temas, com base nessa linha de interpretação bíblica. E um dos autores que eu ouço muito falar é o R.C. Sproul, que é um teólogo e filosofo calvinista e tem dezenas de obras publicadas. O que significa ser nascido de novo? é o sexto livro de uma série chamada Questões Cruciais publicada pela Editora Fiel

Autor: R.C. Sproul
Editora: Fiel
Páginas: 83
Ano: 2013
Nota: 5/5
Sinopse: Neste volume da série Questões Cruciais, o Dr. R.C. Sproul explica, de forma cuidadosa,o significado bíblico e teológico do que é ser nascido de novo. A mensagem deste livro visa ajudar o leitor no correto entendimento desta doutrina tão vital do cristianismo, e oferecer-lhe segurança sua posição diante de Deus.


Não tinha lido nada do autor ainda, mas confesso que foi uma adorável surpresa. A linguagem usada nesse livro é simples e clara. Muitas vezes pensamos que ao falar de teologia é necessário que seja complexo, uma linguagem rebuscada e confusa, da qual temos que ler varias vezes para entender, mas Sproul consegue romper com esse meu preconceito. 

O livro inteiro é falado sobre o que significa nascer de novo. Ele explica como para alguém ser cristão é necessário que já tenha nascido de novo, só existe esse tipo de cristão. E então começa a abordar os pontos da regeneração, nosso novo nascimento. 

Fico incomodado quando ouço pregadores bem intencionados, numa tentativa de convencer as pessoas quanto às riquezas da fé cristã, dizerem: "Venha a Jesus, e todos os seus problemas acabarão". Isto não é verdade. Minha vida só começou a ficar mais complicada quando me tornei um cristão, porque, depois que isso aconteceu, tenho de realizar cada dia aquela guerra entre as coisas da carne e as coisas do Espirito.

Não tinha muitas expectativas, mas a obra me cativou muito. Ao trazer alguns relatos pessoais sobre sua conversão e até mesmo seu relacionamento com a esposa antes de se casarem, ele nos fala muito a respeito do papel de Deus em nos regenerar. E confesso que muitos trechos foi de grande alivio para mim, me ajudando muito a compreender as coisas que Deus faz e como faz. 

O livro é bem rico, usando uma linguagem clara, baseado em versículos bíblicos, capítulos divididos em tópicos, é possível sentar e ler em duas horas ou até menos. O ideal é que se leia refletindo, com a Bíblia ao lado. Vale muito a pena e se tornou um dos meus livros preferidos, sem dúvidas. 

Sempre tem aquele filme que apesar de não ser uma obra-prima, mexe bastante com você e te deixa encantado (a) em todos os aspectos, não é mesmo? Eu, particularmente, amo romances e dramas e não ligo se a história é clichê ou não, desde que ela possua um bom desenvolvimento. Assisti Remember Sunday pensando que seria só mais um filme de romance estilo Sessão da Tarde, mas a verdade é que eu gostei mais do que imaginava. 

Como Não Esquecer Essa Garota : Poster
Gus (Zachary Levi) é um vendedor de joias que adora astronomia. Um dia, ele conhece Molly (Alexis Bledel), uma encantadora garçonete solitária e não muito sortuda. Mas tem algo que atrapalha o relacionamento dos dois: Gus sofreu um aneurisma cerebral e sofre de perda de memória recente. Quando dorme, ele esquece tudo que aconteceu antes. A cada dia, ele se apaixona novamente por Molly e vai lutar para ficar com ela, apesar de hesitar em contar para ela sobre seu problema. Ao mesmo tempo, Molly ficará intrigada por aquele homem tão perfeito, porém distraído, e terá que aprender a tomar sérias decisões sobre sua vida.
Antes de começar a falar sobre a história do filme, preciso ressaltar que você vai sim ter uma sensação de 'eu já vi isso em algum lugar'. Pois bem, a história de Remember Sunday lembra muito Como Se Fosse a Primeira Vez, com a diferença de que quem sofre perda de memória é o rapaz e não a moça. Mesmo com essa semelhança de enredo, o filme possui um toque especial e eu diria até que mais dramático do que o longa com o Adam Sandler.

Molly, uma garçonete desajeitada, que luta para conseguir algum dinheiro e um dia realizar o seu sonho de abrir uma floricultura, certo dia acaba conhecendo Gus, um rapaz que sofre de perda de memória recente (Dory mandou oi!) após ter sofrido um acidente. Ele é apaixonado por astronomia, mas não pode trabalhar diretamente com ela devido ao seu problema, por isso trabalha em uma joalheira que pertence a dois idosos, antigos amigos da família de Gus.

Os dois começam a manter contato a partir dai, mas isso só se torna possível por causa das anotações que Gus faz todos os dias, sejam elas em post-its ou na sua pastinha que ele precisa ler toda manhã, assim que acorda. Além disso, ele possui uma caneta que grava todas as conversas durante o dia e que as transcreve para o computador a noite. Sério gente, eu adorei esses métodos que ele utiliza. Quase quis comprar uma caneta dessa para mim haha.
É claro que nem tudo são flores e que o casal vai viver diversos conflitos devido a esse problema de memória do Gus e a falta de controle da vida de Molly. Aliás, esse é um ponto positivo do filme: além dele tratar de forma delicada esse transtorno mental do rapaz, ele também fala muito sobre nós sermos donos de nossas próprias vidas e jamais desistirmos de nossos sonhos, principalmente quando sabemos que temos potencial para alcançá-los. Já deu para perceber que esse casal é muito amor, não é? Sério, a química deles é perfeita e ambos são muito cativantes.

Outra coisa legal é que parece que o filme tem dois finais. Você tem a sensação de que está acabando e tudo está indo bem, mas ainda faltam 28 minutos e muita coisa está por vir. O fato de Gus se apaixonar todos os dias por Molly, como se a conhecesse há tempos, provavelmente vai render algumas lágrimas para pessoas choronas com filmes que nem eu e de brinde trará uma boa reflexão sobre a essência de um relacionamento.

"- É possível que alguém se apaixone pela mesma pessoa todos os dias?
- Oh Gus, é isso o que todos nós queremos, não é?"

Enfim, recomendo muito esse filme para quem gosta de um bom romance/drama e quer ver algo para relaxar. Não espere encontrar um clássico ou um roteiro inovador, mas pode ter certeza que a qualidade dele é muito boa. Eu não assisti na Netflix, mas pelo o que eu vi ele está disponível lá. E se você já assistiu Remember Sunday, me conta nos comentários o que achou.



Hey gente! 
Faz muito tempo que eu estou querendo falar com vocês sobre um assunto muito importante da vida de todo cristão: devocional. Muita gente que está começando agora sua caminhada na fé ainda não conhece ou não entende muito (muitas pessoas sequer ouviram falar) sobre o que é e como se faz um devocional. Mais importante ainda é entender a importância que tem o devocional diário em nossas vidas espirituais - que interfere na nossa física, emocional e psicológica. 

O que é devocional e qual sua importância 

O devocional é um momento que você tira do seu dia para Deus, se dedicar somente a ele e voltar todos seus pensamentos para o Senhor. Ele é extremamente necessário para a vida do cristão, pois é um momento em que abrimos nosso coração, nos ligamos mais profundamente com Deus, falamos e buscamos ouvi-lo. Esse momento nos recarrega de energia, força e felicidade. 

Como fazer um devocional 

Entendido a importância do devocional e sabido que ele é um momento que dedicamos a Deus é importante entender o que se faz durante. Como um momento de encontro pessoal com Deus, o devocional é o momento que você fala com o Pai (oração) e o momento em que você o ouve (leitura bíblica e reflexão). Você ainda pode tirar um pouco mais de tempo para ouvir louvores, louvar e adorar ao Senhor dessa maneira. 

É importante entender que o momento devocional é importante e por isso deve ser levado a sério. Não é necessário regras ou normas para você agir, como, quanto tempo e onde. Mas é necessário que ele seja um momento de entrega pessoal com Deus, especialmente se você está começando agora - e pode acabar desanimando se o seu devocional não for bem organizado e planejado. Por isso eu vou falar e dar dicas de como você pode fazer um devocional.

"Peçam, e será dado; busquem, e encontrarão; batam, e a porta será aberta. Pois todo o que pede recebe; o que busca encontra; e àquele que bate, a porta será aberta.  Mateus 7:7-8

Tempo

Escolha um momento do dia em que sua mente está mais leve, e que você pode separar sempre sentir a pressão de que está perdendo tempo ou quando você estiver com pressa. Tem pessoas que preferem fazê-lo assim que acorda, outras antes de dormir. Outras (como eu) não tem muito um momento definido, mas faz quando se sente mais a vontade. O importante é você se planejar de forma que tenha um bom tempo com o Senhor. Eu indico que você tire, inicialmente, pelo menos 30 minutos. 

Espaço 

É importante você escolher um lugar que te deixe confortável para orar, ler a Palavra, refletir. Tem que ser um lugar iluminado, calmo e que te deixa bem. Muita gente tem um pouco de dificuldade, especialmente quem divide quarto ou mora em uma casa cheia. Você pode conversar com as pessoas e explicar que você precisa de um tempo a sós com seu Deus, mas se elas não entenderem pode complicar.

Quando eu não consigo ter um espaço onde me sinto a vontade (quando viajo ou fico dias fora de casa) e não consigo me trancar no quarto, eu sempre vou para a varanda, quintal ou até mesmo banheiro da casa onde estou. Mas é importante que você esteja sozinho.

Quando orares, entra no teu quarto, fecha a porta e ora ao teu Pai em segredo; e teu Pai, que vê num lugar oculto, recompensar-te-á. Mateus 6:6


Se preparando 

Por falar em estar sozinho, se desligue do celular, computador e afins. O momento é entre você e Deus e deve ser aproveitado assim, evitando que as coisas te chamem a atenção. Eu começo sempre fazendo uma oração, pedindo a orientação de Deus para que eu possa ganhar entendimento de Sua Palavra, conhecimento dos meus pecados e que seu Espirito Santo gere em mim o arrependimento verdadeiro.

Tem pessoas que preferem começar louvando com uma música ou hino... Isso varia do seu estilo. Quando começar o devocional, tenha a Bíblia em suas mãos, esse é o importante. Eu sempre deixo também post it, marcadores, caneta e um caderno onde posso anotar e grifar as reflexões. 

Como ler a Bíblia 

Eu vou fazer em breve um post sobre isso especificamente, mas aqui vai minha dica importante: leia com um cronograma. Por exemplo, eu tenho alternado a minha leitura entre antigo e novo testamento. Então agora estou lendo 1 Samuel, por isso quando faço meu devocional eu sempre tento me comprometer a ler dois capítulos por dia.

Esse cronograma me ajuda a não ficar perdida no momento da leitura e não ficar pulando de texto em texto que não tem muita conexão, dessa forma eu consigo refletir muito melhor e aprender mais da Palavra. 

Tenha um tempo de reflexão

Algo muito importante depois que lemos a Palavra é entendermos que temos que ter um momento para refletir no que foi lido. Esse é o momento em que pego a caneta e caderno. Eu costumo às vezes até anotar como um diário o que eu li, o que me chamou mais a atenção. Muitas vezes faço esboço de mensagens para passar no blog, fan page e levar para a igreja quando eu tiver oportunidade.

Use algum livro cristão 

Eu me lembro que quando eu comecei a fazer devocional uma coisa que me ajudou muito foi porque eu começava lendo o livro do Max Lucado, o Graça Radical. Esse livro além de tocar muito em meu coração, me dava uma sede ainda maior de ler a Bíblia e conhecer mais da Palavra da mesma forma que me dava mais vontade de falar com Deus. Foi uma experiência incrível! Outro livro que também me ajudou nesse proposito foi o Pecados Intocáveis, que me mostrava sempre onde eu estava errando e me ensinou muito. 

Você pode ler qualquer outro livro que tenha uma boa base bíblica e te ajuda nessa caminhada, essas obras costumam ajudar muito a gente a se aproximar de Deus (mas nunca devemos esquecer que NADA substitui sua Palavra e nem deve ocupar o tempo em que dedicaríamos lendo ela). 

Quanto mais você faz, mais quer fazer

Muitas vezes é comum bater um desânimo, especialmente se você está no começo. Por isso é importante ter em mente que quanto mais a gente se dedica a Deus, mais a gente quer se dedicar. Por isso é importante evitarmos deixar para lá o devocional, por mais que você esteja "sem tempo" (lembrando que esse momento com Deus deve ser PRIORIDADE em sua vida). Quanto menos a gente faz, menos a gente quer fazer pois acabamos nos esquecendo das coisas maravilhosas que sentimos quando estamos na presença de Deus. Não deixe isso esfriar!!! 

Da mesma forma o Espírito nos ajuda em nossa fraqueza, pois não sabemos como orar, mas o próprio Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis. E aquele que sonda os corações conhece a intenção do Espírito, porque o Espírito intercede pelos santos de acordo com a vontade de Deus.  Romanos 8:26-27


E você? Como faz seu devocional? Tem alguma dica ou conselho a acrescentar? Se quiser conversar comigo sobre isso ou qualquer outro assunto em particular clique aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...